A Arte Marajoara

Blue and Yellow Macaw on the nature

Chegou o mês de férias vamos passear em Marajó? Vocês vão me perguntar por que? Bem para começar Marajó é a maior ilha fluvial do mundo, que fica no Estado do Pará. Ela já foi habitada por antigos povos andinos que trouxeram, em sua bagagem, técnicas sofisticadas da arte ceramista, que ainda hoje é reconhecida mundialmente. Sim, estou falando das famosas cerâmicas marajoaras.

Na verdade não são só cerâmicas. Podemos encontrar brinquedos, vasilhas, urnas funerárias, apitos, chocalhos, estatuetas e peças de vestuário, com motivos marajoaras.
São peças muito bem detalhadas em baixo ou em alto relevo, cujos temas são variados, geralmente baseiam-se nos elementos da natureza.

marajoara_pottery-1

Para aumentar a resistência das peças cerâmicas não são utilizados somente barro, mas também pó de pedra, casca de árvores, farinha de ossos, conchas e cauixi que é um aglutinante encontrada nas raízes de árvores submersas, típicas da região.

O interessante é que as formas das peças remetiam ao ser humano e animais, sendo em sua maior parte peças sem coloração (acromáticas), ou com alguma coloração, preto, branco e vermelho, adotando o motivo geométrico regular para representar o equilíbrio visual das peças. Os pigmentos utilizados para tingimento das peças eram naturais, provenientes de sementes, vegetais como urucum, e minerais como o caulim.

1609975_596372917112145_405849929_n

A maior parte das peças se encontram no Museu Emílio Goeldi, porém outras peças podem ser encontradas em Museus de Nova York e Genebra.

Atualmente os descendentes indígenas procuram reproduzir estas magníficas peças preservando a tradição e a técnica desta arte produzida em barro.

vasos-em-ceramica-marajoara%201
Gostaríamos que houvesse maior incentivo e apoio financeiro e cultural para que esta manifestação artística pudesse ser melhor e mais divulgada, pois ela já estava aqui, antes de Cabral chegar.

Ana Bittar
*nossa colunista de Arte & Cultura

 

Música de qualidade ao ar livre no Sesc Santana

Nas próximas quinta e sexta (dias 29 e 30) o Sesc Santana terá uma bela programação musical ao ar livre com entrada franca no amplo deck da unidade.

almanaque

Quinta (29) é o Almanaque Jazz que faz a festa de quem chegar para ouvir, a partir das 19 hs. Com repertório composto exclusivamente por canções natalinas, o Almanaque Jazz apresenta sua experiência em música instrumental, tanto no jazz, como na música brasileira. O grupo é formado por Marcos Canduta (guitarra), Márcio Rampin (contrabaixo acústico) e Débora Gozzoli (flauta), todos integrantes da “Jazz Big Band”, fundada em 1989, pelo maestro Arruda Paes.

natal

Sexta (30) no mesmo horário, uma verdadeira variata, pós natalina para reunir as famílias. É a vez do Natal Brasileiro. Resultado da parceria entre o duo Choro de Bolso e o cantor Kleber Serrado, o projeto Natal Brasileiro resgata canções de Natal que caíram no esquecimento. Entre os compositores interpretados estão: David Nasser, Francisco Alves, Lamartine Babo, Mário Albanese, Paraguassú e Assis Valente, com suas valsas, marchas, sambas e choros. Com Débora Gozzoli (flauta), Marcos Canduta (violão) e Kleber Serrado (voz e pandeiro).

Sesc Santana
Avenida Luiz Dumont Villares, 579 Jardim São Paulo(Zona Norte)

Áreas externas: os espaços preferidos no verão

 

A estação mais quente do ano já chegou e o clima é um excelente convite para aproveitar ainda mais as áreas externas da casa: varanda, terraço, jardim…

Compor esses ambientes é uma tarefa que requer atenção. É preciso reunir conforto, beleza e praticidade em um só lugar, mesmo que o espaço não seja tão amplo.

Pensando nisso, reunimos alguns projetos da dupla de arquitetos Gerson Dutra de Sá  e Ana Lucia Salama, e algumas dicas, para inspirar a criação de uma área externa pra chamar de sua.

1
A área da churrasqueira ganha um toque ainda mais especial com o banco de alvenaria coberto com futons e almofadas. Assim, a família toda pode bater um papo ao ar livre. “Os seat gardens complementam a decoração e podem fazer as vezes de mesinha para apoiar os drinks”, sugere Ana Lucia. Os tons terrosos contrastam com o azul claro em perfeita harmonia.

2
A presença predominante de vasos, plantas e flores ajudam a compor um ambiente de descanso. O sofá e as espreguiçadeiras são de um material sintético que assemelha-se à palha e outros materiais naturais, para resistir à incidência de sol e à chuva.

3
Seguindo uma linha mais oriental, o gazebo de bambu propõe um cantinho especial para meditar e contemplar a natureza. “O deck em cima de um lago artificial torna o espaço ainda mais atraente”, ressalta Gerson. As velas complementam a decoração e deixam a iluminação mais interessante.

Fontes: Gerson Dutra de SáAna Lucia Salama

O fim de ano e a boa forma

capa-em-forma

O Ano está terminando e a quantidade de eventos de confraternização com amigos, familiares e empresa aumenta consideravelmente. No mês de dezembro as dietas e exercícios físicos regulares costumam ser deixados em segundo plano por causa dos indispensáveis eventos sociais. Para que a pessoa não perca os resultados conquistados durante todo o ano é imprescindível manter a regularidade dos exercícios.

woman-ball-lg-cma-628

Algumas dicas importantes:

? Quando houver um evento à noite, tente pelo menos fazer um treino reduzido, em qualquer horário.
? Às vezes, um treino curto – porém eficiente – surte ótimos efeitos.
? Mesmo que não realize o treino no dia é importante tentar ser firme na alimentação, isso pode diminuir os efeitos da falta de treino.

exercise2

Após todos os eventos sociais e dificuldades com o mês de dezembro, ao final dele há o Natal e Ano Novo, onde toda a tentativa de manter a dieta e os treinamentos físicos já foram colocados à prova. E, novamente, algumas dicas podem ajudar neste “momento difícil” do seu corpo entre o NATAL E O ANO NOVO:

young teenager drinking water after exercise.

? Hidrate-se corretamente!!!!!!

woman-exercise
? Não queira compensar os treinos não realizados tudo de uma vez, eles já se foram!!!
? Realize treinos regulares, nem que sejam treinos curtos.

beach-workouts
? Se não for um iniciante, dê mais atenção para exercícios de moderada à alta intensidade.
? Se estiver na praia, aproveite para realizar treinos, caminhadas e/ou corridas na areia, isso pode trazer resultados bem interessantes.

exercise3
? Se estiver de férias, determine um horário fixo, de preferência no período da manhã.
? Exercícios físicos não são praticados apenas em academias. Praia ou campo ou praças são ótimos locais para exercícios aeróbicos e treinamento funcional.

exercise

SEJA DETERMINADA!! As pequenas atitudes na alimentação e nos exercícios físicos podem minimizar as consequências do fim do ano cheio de tentações.

Lucas Pagani
personal trainer
*nosso colunista de atividades físicas

 

Pinacoteca de São Paulo, paixão à primeira vista.

Sábado de sol, resolvi pegar o metrô e ir até a Pinacoteca que fica no Bairro da Luz no centro de São Paulo. Uma região desprovida de infraestrutura que dê segurança para aqueles que frequentam os centros culturais e museus localizados nesta área. A beleza da Pinacoteca chama a atenção pela imponência do projeto arquitetônico. Três pavimentos com arte para todos os gostos.

lustre_da_pinacoteca
Não posso deixar de comentar sobre o Lustre gigantesco que está localizado no Hall da entrada.
Quando adentrei percebi que estava diante de um Museu esplendoroso, que foi adequado com várias reformas e adaptações para finalmente receber a tão sonhada Pinacoteca do Estado, já que ele foi construído na década do século XIX para o Liceu de Artes e Ofício.

pina2
Esculturas figurativas realistas e esculturas contemporâneas desfilam sua beleza pelos corredores de todo o Museu.
Exposições de vários artistas com obras diferenciadas. Divulgam seus trabalhos contemporâneos e modernos em algumas salas.

pina3
Pude observar que não somente adultos mas jovens e crianças estavam visitando o Museu.
Existem as visitas educativas que proporcionam aos visitantes um diálogo maior sobre a arte através de profissionais qualificados.

pina-3
Professores de arte, cultura, arquitetura, e outros segmentos visitam diariamente a Pinacoteca, para que o aprendizado estabeleça uma relação não somente entre o passado e o presente mas uma relação harmoniosa e orientadora para todos que vivem e amam a arte, seja qual ela for.

pina2
Muitas obras de arte foram doadas. De diferentes períodos, natureza-morta, retratos, pinturas históricas, paisagens, desenhos, gravuras. Quadros famosos, coleções valiosas, um acervo de quase 10 mil peças.

pina4
O Museu resolveu montar a Galeria Tátil de Esculturas Brasileiras, com 12 esculturas de bronze que podem ser tocadas e também contém um áudio-guia. Tudo muito bem elaborado para ser bem aproveitado também pelos visitantes com deficiência visual.

pinaloja
Como todo Museu, não podia faltar uma loja de lembrancinhas que agradam aos visitantes.
A minha experiência foi maravilhosa e não podia deixar de recomendar este passeio cultural para vocês.
Viajei no tempo, apreciei obras que conhecia somente nos livros de arte, e fiquei encantada com a lição de história da arte que vivenciei nestas três horas de pura cultura.

pina1
Realmente a Pina é uma paixão a primeira vista.

Ana Bittar

Serviço:
Pinacoteca do Estado de São Paulo
Pinacoteca do Estado de São Paulo – Praça da Luz, 2 São Paulo, SP – Tel. 55 11 3324-1000
Estação Pinacoteca – Largo General Osório, 66 São Paulo, SP – Tel. 55 11 3335-4990
Para saber COMO CHEGAR clique AQUI

 

Uma linda comemoração natalina

natal

A comemoração do aniversário de Cristo merece mesmo ser grandiosa para todos os que acreditam nEle e que vivem segundo os seus ensinamentos. A Paróquia São Luiz Gonzaga recebe a todos estes e quem mais quiser participar desta comemoração de 2016 anos! Um momento para estar mais perto de Deus e assistir a um belo culto embelezado pela tecnologia. Se tiver uma chance de ir até lá, não perca!

natal4

O Natal Iluminado promete um emocionante espetáculo que integra projeção mapeada, teatro, dança, circo, música ao vivo, manipulação de bonecos e um artista que realizará coreografias aéreas.
Com apresentações diárias e gratuitas na Paróquia São Luiz Gonzaga, na avenida Paulista, a atração inaugura a temporada natalina e ficará em cartaz até 25 de dezembro, sendo a última apresentação, no dia de Natal, reservada às pessoas em situação de rua do centro de SP.

natal2

Na ocasião, o grupo promoverá um café da manhã e entrega de kit higiene, levarão os convidados até o prédio da Receita Federal para receberem atendimento médico básico e serviços de cabeleireiro voluntários e depois seguirão para a paróquia para assistir ao espetáculo, terminando com um grande almoço comunitário.
Assim como nas edições anteriores, o espetáculo narra desde a criação do universo até a cena natalina do presépio, por meio de imagens projetadas no teto da igreja e de outros elementos artísticos que ajudam a contar essa tradicional história de uma maneira nova.

natal3
A grande novidade deste ano é a inclusão de coreografias aéreas e de grandes bonecos articulados, criados especialmente para o evento, assim como a trilha sonora executada ao vivo.
As apresentações acontecerão diariamente e serão abertas ao público, sem necessidade de reserva de ingressos ou inscrição. Por essa razão, vale a pena chegar com antecedência, já que os lugares dentro da igreja são limitados.

natal_iluminado_04

CONFIRA DETALHES DA PROGRAMAÇÃO

20/12 terça – sessões às 20h e 21h
21/12 quarta – sessões às 19h, 20h e 21h
22/12 quinta – sessões às 19h, 20h e 21h
24/12 sábado – sessões às 16h e 18h
25/12 domingo – sessão especial às 13h**

SERVIÇO
Local: Paróquia São Luiz Gonzaga – Av. Paulista, 2378 – Cerqueira César.
Data: De 17 a 25 de dezembro

Empreender sem segredo e compartilhando a fórmula

lili1

É assim que Liliane Daquino, diretora da agência de comunicação AGLD, define a sua vocação não apenas para empreender, mas para inspirar mulheres empreendedoras de diversos setores: ” Sou de uma família de empreendedores, claro que só descobri isso, depois que entendi o que era empreender. Cresci vendo minha mãe fazendo trabalhos manuais como fazer tricô, crochê, cozinhar, costurar e pintar, além de trabalhar fora para incrementar o sustento de casa. Tive um pai trabalhador, honesto que influenciou também neste processo de descoberta do que queria fazer na minha vida, inclusive aprendi muito sobre construção por causa dele, adoro literalmente colocar a mão na massa. Meus tios tinham açougue, peixaria, restaurantes, lojas, entre outros negócios e tudo isso por incrível que pareça influencia direta e indiretamente. Está no DNA da família.”

Liliane está oficialmente convidada para ser nossa colunista de empreendedorismo e colaborar conosco aqui com esse contagiante movimento de empoderar as mulheres que tem esse potencial para empreender e apostar num negócio próprio. Ela conta que sempre teve um espírito de luta e liderança, sem medo de “correr atrás”. Nunca esperou que as coisas viessem até ela. Uma coisa que aprendeu desde cedo e que carrega com ela. (Isso é lição, viram?)

lili3

Aos 12 anos pediu à sua mãe para fazer um curso de corte e costura porque queria ter uma confecção. Aprendeu a fazer todos os trabalhos manuais que a mãe sabia. Depois não parou de buscar novos cursos: de culinária, de chocolates, de panificação, modelagem de moda, entre outros. Quando não tinha condições de pagar um curso, procurava oportunidades de lugares que davam cursos gratuitos.
“Sempre fui muito autodidata, aprendo lendo, vendo, prestando a atenção. Lembro que viajava para o Paraná e levava na mala, roupas para vender para as primas. Mas você vai crescendo e descobre que precisa trabalhar e que para abrir um negócio você precisa ter um capital para iniciar, ainda que pequeno e que para fazer as coisas darem certo, leva tempo e que as pessoas só de dão atenção se você já for bem sucedido e tiver uma moeda de troca”, conta Lili.

Tudo começou muito cedo para ela, casou cedo, teve filho cedo, separou ainda jovem e se viu numa situação comum a várias mulheres: com um filho para criar, e um mundo para ganhar. “Todas as dificuldades me impulsionaram e me fizeram crescer”, revela a empresária.
Sua agência de comunicação já tem 18 anos no mercado. Não foi fácil mantê-la firme e forte: “Passei por diversas dificuldades para aprender a administrar, vender e executar os serviços, fazer o financeiro, marketing e a comunicação. Não tem coisa melhor do que a prática. O pequeno empreendedor precisa aprender a fazer tudo para que o seu negócio sobreviva e comigo não foi diferente”.

lili4

Nessa caminhada, devido à sua forma de trabalhar, sempre buscando oferecer soluções para tudo, sabendo como fazer mais, com menos, foi atraindo pessoas com este tipo de perfil empreendedor, e ali foi percebendo que existia um mercado que os grandes não queriam, um nicho de negócios em que ela poderia atuar, ganhar, desenvolver e crescer.

Criou muitos sites, teve uma revista pópria da agência, produziu dezenas de eventos, trabalhou com assessoria de imprensa, planejamentos de marketing, comunicação para os outros, mas sempre ficava inventando algum tipo de negócio extra, tentando encontrar algo que preenchesse essa lacuna de empreender algo com espírito coletivo.
Foi assim que surgiu o Mercado Feminino, um ponto de encontro, onde a empresária e a comunicadora se juntam numa só para trocar experiências com outras mulheres que têm a mesma vontade mas talvez ainda um certo medo, que Liliane logo ensina a deixarem de lado. Lili conta como começou a ideia dessa plataforma de networking e serviços que tem como objetivo gerar oportunidades, parcerias e soluções: ” em 2010 criei um site de compras coletivas e coloquei o nome Mercado Feminino. Mas, logo percebi que não era isso que eu queria, o meu objetivo mesmo não era vender produtos, e sim vender soluções, ideias, criatividade e logo mudei o projeto, mas mantive o nome”.

lili2

Sobre os seus métodos, ela esclarece que tudo amadurece com muito estudo e pesquisa:”Adoro ler, pesquisar, passo horas em frente ao computador, escrevendo, anotando, planejando, analisando a viabilidade, erros, acertos e limitações, certo dia, analisando como eu trabalhava, encontrei um ponto de equilíbrio. Daí para frente, tenho trabalhado para melhorar os negócios, tanto os meus, quanto os de quem atendo. Com o tempo as pessoas vão te descobrindo, as redes sociais estão aí para ajudar o pequeno empreendedor a ser visto, ainda mais com os eventos que promovo e organizo pelo Mercado Feminino, onde tenho a oportunidade de reunir pessoas, fazer networking, trocar informações, fazer cross networking entre as marcas e serviços dos meus clientes e parceiros e gerar muitos negócios.”

Atualmente atende mulheres de diversos nichos de mercado, dá suporte na construção da marca, sugere toda a comunicação, apresenta planejamentos de marketing e também atua como uma espécie de mentora, consultora, dando apoio em vários níveis do negócio. A satisfação em ajudar as outras pessoas a conquistar e construir sua marca, ela garante que é imensurável:” É muito gratificante ver alguém chegar com uma ideia, poucos recursos, ou aquela pessoa que chega cheio de recursos, mas pouco conhecimento e você vai lá e faz os sonhos se tornarem realidade. Descobri ter esse dom e me sinto extremamente gratificada”.

lili5

Para quem quer empreender, a doutora no assunto deixa sua dica: “O primeiro passo é não ter medo de errar. Aprenda que o processo de empreender envolve muitas etapas. Faça cursos, invista em conhecimento, livros, ouça outras experiências, prepare-se e lembre-se que tudo depende de tempo, e que o tempo é independente se você tem recursos sobrando ou faltando. Quando se tem recursos, você pode achar que contratando pessoas tudo dará certo, mas se a sua alma, empenho, a dedicação não estiverem presentes, não funcionará. Só a vontade de fazer certo, não funciona. É preciso se relacionar, indo além de apenas ter uma ideia. Não tenha medo que roubem suas ideias, que te copiem, quando isso estiver acontecendo, você vai perceber que o seu negócio começou a dar certo!”

e-Aulas da USP: cursos online gratuitos para você

Que tal estudar na Universidade mais disputada do Brasil sem sair de casa, sem prestar vestibular, nem Enem e sem gastar um centavo sequer? Conhecimento em áreas diversas espera por você, que tem sede de saber mais sobre as estrelas, sobre a temperatura e os fenômenos da natureza, sobre os cuidados com pacientes acometidos de doenças graves, ou crônicas e muito, muito mais. Quem formulou esses cursos foi a USP, a universidade mais gabaritada do país, portanto não são cursos “só pra constar”. São para aprender mesmo. E tudo vai depender de você. Do seu interesse, da sua atenção e do tempo dedicados às e-Aulas elaboradas para informá-la sobre aquilo que você deseja saber mais. Está esperando o quê?

Conheça os cursos disponíveis e comece já!

Astronomia

astronomia
O curso oferece 30 videoaulas em 2 disciplinas desta profissão. São eles: Estrelas, Galáxias e Cosmologia e Céu Aparente, Sistema Solar e Exoplanetas.

Ciências Exatas

ciencias-exatas
O curso oferece 11 videoaulas disponíveis em 1 disciplina desta profissão: Centro de Biologia Marinha. O curso é destinado para quem pretende ou já dá aulas em licenciaturas. O objetivo é examinar as especificidades do trabalho docente na escola, além de articular os diferentes aspectos que compõem a arquitetura dos tempos e espaços escolares.

Estatística

estatistica
O curso oferece uma videoaula para a disciplina de Introdução aos Fundamentos de Estatística. O objetivo é apresentar os fundamentos de estatística descritiva; introduzir conceitos matemáticos relacionados à análise e interpretação de dados biológicos expressos na forma numérica; entre outros.

Geociências e Educação Ambiental

planeta
O curso oferece 26 videoaulas em 1 disciplina desta profissão: Sistema da Terra. O objetivo é introduzir os conhecimentos sobre origem, constituição e funcionamento do planeta, na perspectiva da Terra como um sistema dinâmico.

Geofísica

applied-geophysics
O curso oferece 16 videoaulas em 1 disciplina desta profissão: Geofísica. O objetivo é fornecer aos estudantes noções básicas sobre os métodos geofísicos que levaram ao conhecimento da estrutura da Terra em pequena e larga escala, explicando os fenômenos observados, as aplicações e as limitações de cada método, e como as diferentes informações geofísicas, entre outros.

Meteorologia

meteorologia
O curso oferece 18 videoaulas na disciplina Meteorologia. O objetivo do curso é dar Dar ao aluno os conceitos fundamentais sobre a atmosfera da Terra.

Ciências Sociais

politica
O curso oferece 23 videoaulas em duas disciplinas. Uma delas é Qualidade da Democracia, Instituições Democráticas e Cultura Política. Trata-se de um curso de leituras em torno dos conceitos de qualidade da democracia, instituições democráticas e cultura política.

Educação Física

educacao-fisica

O curso oferece 24 videoaulas na disciplina Curso de Suplementação Nutricional Aplicada ao Exercício. O objetivo é transmitir conhecimentos científicos acerca do uso de suplementos nutricionais para praticantes de atividade física.

Enfermagem

enfermagem
O curso oferece uma videoaula na disciplina Enfermagem na Atenção Básica. O foco da aula é em propiciar o desenvolvimento e a integração de conhecimentos, habilidades e atitudes do estudante para o processo de cuidado de enfermagem, visando à atenção integral e humanizada às necessidades de saúde dos usuários.

Filosofia

teoria
O curso oferece 12 videoaulas em 4 disciplinas desta profissão. Entre elas, Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência, que busca examinar modelos de racionalidade e sua aplicação a casos paradigmáticos de comportamento racional, tanto na vida social como na prática científica.

 

Inspire-se e veja como aderir à tendência Greenery, eleita a cor do ano 2017!

Os universos da moda, beleza e design já estão à todo vapor para o próximo ano. E eles receberam da Pantone, fornecedora oficial de padrões de cores para a indústria, a grande referência que irá dominar as ruas: greenery.

Assista o vídeo de anúncio da nova cor:

 

O tom verde amarelado vem, segundo a diretora executiva do Pantone Color Institute, para remeter à nossa ligação com a natureza. Portanto, a sensação que a cor deve transmitir é de revitalização, refresco e regeneração. Ou seja: tudo a ver com a chegada de um novo ano!

Nas passarelas, a cor já foi bastante vista. Mas como trazer isso para o seus looks do dia a dia? Conversamos com a consultora de moda Marina Casemiro e com a personal stylist Aryelle Melin , que deram dicas práticas para aderir à nova tendência.

greenery
Vogue / divulgação

Tom democrático

A primeira dúvida que surge é: será que essa cor combina comigo? Segundo a consultora Marina, o Greenery pode ser usado por mulheres de todos os tons de pele. Ela explica que há pessoas com tonalidades de pele fria (com veias mais azuladas na região do pulso) e quentes (com veias mais esverdeadas). Porém, como a cor do ano trata-se de uma mistura de verde e amarelo, ela beneficia ambos os tipos.

A personal Aryelle também concorda que o tom possa ser usado por todas, mas complementa: “Eu sugiro que pessoas de subtom frio e neutro optem por usar a cor em calçados, partes inferiores (calças, saias, shorts..), pulseiras, anéis, esmaltes e bolsas. Já as pessoas com subtom quente, além de poder usar da forma que citei, podem abusar de brincos, colares, acessórios para cabelo, maquiagens e partes superiores (blusas, camisas, casacos..) nessa cor.”

Do trabalho ao casual

Como a cor nos lembra, automaticamente, a natureza, por ser mais viva e vibrante, a tendência é que seja mais usada em ambientes casuais. No entanto, seu uso no ambiente profissional também é permitido: “Desde que se tenha cautela e equilíbrio, ela pode ser usada no trabalho. Sugiro que, nesse caso, seja aproveitada em acessórios que só pontuem a cor, mas que não sejam o destaque do look”, ensina Aryelle.

interna

Vale o investimento?

Como a moda é efêmera, muitas pessoas têm receio de investir nas novas tendências e, depois, abandonar as peças e acessórios no guarda-roupa. A consultora de moda Marina revelou que ainda não têm muitas roupas e acessórios da cor, mas que pretende, sim, investir. Afinal, todo mundo quer manter o look atualizado. A stylist Aryelle acredita que Greenery seja uma cor que veio para ficar, já que transmite essa ideia de renovação e frescor. Portanto, se for uma cor que você tenha se identificado, ela aconselha investir numa peça ou outra, ou em alguns acessórios dessa tonalidade para se divertir e brincar com a moda.

Ideias de combinações

Sendo o Greenery um tom bastante forte, é preciso fazer combinações inteligentes para não sobrecarregar o visual. Por isso, levando em consideração o que nossas consultoras indicaram, elaboramos algumas possíveis combinações que podem ser adotadas:

Look 1

look-1Mini saia jeans destroyed Bobstore, R$ 143,90.
Regata em viscose Hering, R$ 29,99.
Sandália lasercut Corello, R$ 199,90.

Look 2:

look-2

Blusa estampada com bordado Lez a Lez, R$ 300.
Bolsa couro satchel Lez a Lez, R$ 619.
Calça alfaiataria preta Lez a Lez, R$ 393.
Sapatilha amarração Santa Lolla, R$ 149,90.

” O Greenery fica lindo em combinações com cores mais neutras, como branco, jeans e chumbo, por exemplo. Ela também pode ser uma cor mais forte dentro de uma estampa”, sugere Marina.
A stylist Aryelle ainda destaca outras cores que podem fazer um belo contraste nas composições: “Combina bem com amarelos, laranjas e azuis (suas cores adjacentes no círculo cromático), além de contrastar de forma harmoniosa com os rosas (sua cor complementar no círculo cromático). Quando usada com cores neutras, como o off-white, o bege e os tons mais terrosos, se destaca sem “ferir os olhos”, já que os neutros dão uma”acalmada” nele”.

Pulo do gato: acessórios que remetam à natureza e feitos-à-mão, como a palha, madeira, cordas e os metais combinam com a mensagem do Greenery.

Colagem: brincadeira ou arte?

pablo-picasso-au-bon-marche
“Au Bon Marché” de Pablo Picasso

Se vocês pensam que recortar e colar é coisa de criança, estão muito enganados. Já ouviram falar ou mesmo viram a Arte chamada “Colagem”?
Pois bem, a Colagem existe há muito tempo. Foi utilizada em vários segmentos artísticos, tais como Cubismo, Dadaísmo e Surrealismo.

violin-and-pipe-le-quotidien-1913
“Violin and Pipe – Le Quotidien” – de Georges Braque

Não podia deixar de falar de Pablo Picasso pintor espanhol, escultor, ceramista, cenógrafo, poeta e dramaturgo e Georges Braque pintor francês e escultor ; cubistas que utilizaram a Colagem como expressão de sua arte.
E muitos outros começaram a divulgar esta forma de arte, pois as composições eram cada vez mais elaboradas e foram assim tomando destaque no Universo da Arte.

colagem-4

Primeiramente o artista reúne o material que irá trabalhar e compor sua obra, parece uma técnica simples, mas que requer muito estudo e pesquisa antes de transformar os recortes de várias texturas em uma obra de arte.
Recortar, rasgar as figuras ou formas diferenciadas que farão parte do contexto harmonioso, sejam eles figurativos, paisagens, naturezas mortas, e tudo que a criação e imaginação do artista permitir.

paulo-lionetti

Temos também a “Fotomontagem” que é uma forma de Colagem. O artista seleciona várias imagens e depois faz uma montagem, pode-se criar uma fotomontagem bem interessante adequando o desenho e pintura a ela.
Vou destacar um artista contemporâneo, meu amigo Paulo Lionetti.

colagem-3

Autodidata se interessou pela Colagem lendo sobre Picasso e Braque, e agregou a sustentabilidade à sua arte, isto é utiliza a reciclagem e também tinta spray e tinta acrílica, inovando esta técnica.

colagem-1
Na escolas brasileiras, muitos professores de arte visual, ensinam os alunos a manusearem com destreza: a imaginação, a criatividade, a tesoura, a montagem, e por fim a técnica da Colagem.

colagem2

A arte tem portanto diversas facetas, sendo a Colagem uma das mais versáteis, devido a infinidade de possibilidades e métodos que o artista pode explorar.

Ana Bittar