dicas e sugestões

Dor nas costas? Conheça as causas mais comuns e aprenda como tratá-las!

use-lavender-to-treat-aches-and-pains-1024x768

Sabia que, de acordo com uma pesquisa  realizada pela Gesto Saúde e Tecnologia – que administra a saúde corporativa através de um grande banco de dados – em 2015, pelo terceiro ano consecutivo a dor nas costas (mais especificamente na região lombar) foi a campeã de atestados médicos e o principal responsável pelo afastamento de funcionários? Alarmante, né?

O que pouco se sabe é que o motivo da sua dor nas costas pode estar mais perto do se imagina. As mais simples, causadas por uma longa tarde de trabalho em frente ao computador ou de pé na mesma posição, podem ser facilmente resolvidas com uma boa série de alongamentos. Já as mais sérias, normalmente exigem tratamentos médicos, anti-inflamatórios e até exercícios de pilates ou RPG durante meses.

Uma pesquisa recente realizada no Reino Unido descobriu ainda que existem outros fatores, aparentemente inocentes, que podem agravar a nossa dor nas costas sem que a gente perceba. Quer saber quais são? Dá uma olhada abaixo e, principalmente, saiba como se prevenir!

1. Usar demais o celular
Pode parecer besteira, mas o nosso corpo (principalmente costas, cabeça e pescoço) não foi projetado para olhar para baixo por tantas horas. Por isso, não se espante se você sentir dor depois de passar muito tempo no Facebook ou Instagram. Nessa posição, nosso pescoço se flexiona e a postura incorreta gera inflamação nas costas, além de rigidez e tensão nos músculos.

Para acabar com o problema, uma boa saída é estipular um limite de tempo para usar tablets e smartphones. Ao invés de ficar horas conectada, tente acessar suas redes sociais várias vezes ao dia, mas por um período menor de tempo – no máximo meia hora. Outra sugestão é segurar o aparelho na altura dos olhos. Pode parecer incômodo, mas a ideia é eficiente para acabar com a sua dor nas costas.

2. Não se mexer e se alongar com frequência
A dica aqui não é só frequentar as aulas da academia. A pesquisa mostrou que quem trabalha em escritórios desenvolve mais dores nas costas do que quem faz trabalhos manuais. O motivo? No trabalho manual nos movimentamos, usamos nossas articulações e fortalecemos a coluna, reduzindo o risco de lesões. Já quem fica sentado o dia todo tem mais chance de enfraquecer os músculos, aumentando as chances de problemas de saúde.

Faça exercícios regulares para melhorar a força e a flexibilidade. Na hora do almoço, por exemplo, troque o carro, o ônibus ou o metrô até o restaurante por uma caminhada. Lembre-se também de fazer uma pausa a cada meia hora no escritório e se alongar um pouco, mexendo as articulações dos braços e pernas.

exercicios-para-fazer-sentada-na-sua-mesa-de-trabalho-2

3. Ficar constantemente estressada
Durante os picos de estresse os músculos das costas são os mais afetados uma vez que tendemos a flexiona-los quando estamos sob pressão. Se a sua agenda está constantemente lotada e essa dor acaba aparecendo todos os dias, esse ciclo vicioso ainda corre o risco de levar sua pressão arterial lá no alto, acarretando outros problemas de saúde.

Tente delegar algumas funções para dar uma aliviada na lista de compromissos e, se possível, agende uma massagem ou aulas de yoga no fim do dia para aliviar as tensões. Dormir cedo e com um bom travesseiro também ajudam (e muito!) a acordar com as energias renovadas e livre da indesejável dor nas costas.

4. Fumar
Ficou surpresa? Além de a posição “curvada” que você mantém enquanto fuma, os pesquisadores britânicos descobriram que o cigarro pode danificar o tecido da parte inferior das costas, diminuindo a circulação e reduzindo o fluxo de nutrientes para as articulações e músculos causando dor e desconforto.

Não adianta, o jeito é parar de fumar, mesmo que seja aos poucos. Atualmente existem diversas clínicas especializadas em tratamentos para fumantes, ou até mesmo adesivos e outros medicamentos que ajudam a reduzir a vontade de fumar até que você se livre do vício de uma vez por todas. Além de melhorar a dor nas costas, não vai demorar até sentir diversos outros benefícios à sua saúde.

Abrindo mão desses hábitos e corrigindo sua postura sempre que perceber estar sentando “errado”, não vai demorar até que a sua dor nas costas seja só uma lembrança.

Beijos,
Selene Ferreira

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

canal daMavi Ferreira

Olá, eu sou a Mavi e toda semana vou compartilhar com você os meus vídeos. Acompanhe o meu canal.

Youtube